Você está em - Home - Artigos - Clínica única para avaliação do risco de defeitos cromossômicos às 12 semanas de gestação

Clínica única para avaliação do risco de defeitos cromossômicos às 12 semanas de gestação

O diagnóstico pré-natal de trissomia do 21 requer um teste invasivo em mulheres consideradas de alto risco após o rastreamento. Atualmente, existem quatro testes de triagem. Para uma taxa de 5% de falso-positivos, as sensibilidades são de aproximadamente 30% apenas para a idade materna, 60-70% para a idade materna e testes bioquímicos maternos no segundo trimestre, 75% para a idade materna e translucência nucal fetal no primeiro trimestre (NT ) varrimento e 90% para a idade materna com NT fetal e gonadotrofina coriica? -humana livre de soro materno (? -hCG) e protea plasmica associada a gravidez-A (PAPP-A) entre 11 e 14 semanas. Este artigo examina a metodologia de triagem no primeiro trimestre e resume os resultados de todos os estudos que relatam a implementação desse método.

Fonte: https://www.tandfonline.com/doi/abs/10.1080/jmf.12.1.9.18



Texto Original

Prenatal diagnosis of trisomy 21 requires an invasive test in women considered to be at high risk after screening. At present, there are four screening tests. For a 5% false-positive rate, the sensitivities are approximately 30% for maternal age alone, 60–70% for maternal age and second-trimester maternal serum biochemical testing, 75% for maternal age and first-trimester fetal nuchal translucency (NT) scanning, and 90% for maternal age with fetal NT and maternal serum free ?-human chorionic gonadotropin (?-hCG) and pregnancy-associated plasma protein-A (PAPP-A) at 11–14 weeks. This article examines the methodology of first-trimester screening and summarizes the results from all studies reporting on the implementation of this method.

Desenvolvimento WSB